Google+ Followers

Google+ Badge

Postagens populares

Páginas

sábado, 24 de maio de 2008

Eleições 2008.

As eleições municipais do corrente ano tem um papel fundamental na sociedade brasileira. A Prefeitura do país inteiro trabalha diretamente com as comunidades. Por exemplo, umas delas é a coleta do lixo no dia-a-dia. A falta de emprego, afeta essas comunidades carentes faz com que o eleitor se venda, para político corrupto. Eu aconselho a não vender o seu voto, ele é muito importante para a autonomia da democracia, escolher quem ela achar melhor para governar o município. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail>

manoeljs127773997@hotmail.com Blog http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com

Recife=PE., 24 de maio de 2008, sábado.

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Corrupção.

"O nosso país, é bom quem não prestam são políticos corruptos, que explora o povo brasileiro". Um abraço de: Manoel Limoeiro de Recife-PE.

Recife-PE., 16 de maio de 2008, sexta-feira.

www.manoellimoeiro.myalbum.com.br
www.blomanoellimoeiro.zip.net
www.Grupounidoderodafogo.blogspot.com
www.blogmanoellimoeiro.myalbum.com.br

Postado por Manoel José de Santana(Manoel Limoeiro)

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Celpe tenta cortar energia elétrica só com um debito de uma conta.

Faltando um dia para se vencer a minha segunda conta de energia elétrica, a Celpe comparece na minha residência, para suspender o fornecimento de luz. No ultimo dia 12, ás 09h30min horas, fui abordada na minha porta, com um funcionário da Operadora, me avisando que ia corta a minha energia elétrica por causa da conta em atraso no valor R$ 73,08. A minha sorte foi que já tinha efetuado o pagamento no Banco Matriz, no Engenho do Meio, uma hora antes. Caso não fosse considerada a autenticação do Banco, eu procuraria o Juizado Especial de Consumo, e prestaria uma queixa para se tomar as providências necessárias. Em minha opinião acho que sou perseguido pela Concessionária por fazer varias denuncias de irregularidades dela na comunidade de Roda de Fogo nos Torrões –Recife-PE. Imagino quantas pessoas pobres não são peserguidas pela Celpe porque, não tem recursos para se defender desse abuso de Poder? Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com
h
ttp://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com http://www.manoellimoeiro.blogspot.com http://www.manoellimoeiro.myalbum.com.br http://blogmanoellimoeiro.myblog.com.br

Recife-PE., 14 de maio de 2008, quarta-feira.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Lei Maluf. Aguarda aprovação do Senado.

Tomei conhecimento na mídia do último dia 11, o “Projeto de Lei da autoria do deputado Paulo Maluf, assíduo freqüentador do Ministério Público (MP) que punem procuradores e promotores que entrarem com ações de má-fé ou perseguição política. Esse projeto ainda terá de passar pelo o senado, antes de virá Lei, mas pune com 10 meses de prisão e multa quem cometer irregularidade. Na qualidade de cidadão, espero que a Comissão de Justiça no Senado Federal, aprove o projeto de Lei, que servirá para combater a impunidade no País. Vivemos atualmente mergulhando na omissão dos “Poderes Públicos Constituídos”, que contribui para o crescimento da violência. Quantas vítimas da omissão não obtiveram êxito dos seus direitos, cobrados corretamente na Justiça? Um exemplo, são os cidadãos pobres que não pode pagar um bom advogado para se defender. Entendo que os Ministério Públicos Federal e Estadual, são instituições sérias, e defensores da sociedade e fiscais da Lei. Mas esse Projeto de lei tem que ser aprovado, afinal os deputados e senadores são os nossos representantes, no Poder Legislativo Federal, votamos neles para isso. A Justiça não se deve criticar, para corrigir seus erros judiciais, as partes recorrer em todas Instancias Superiores. O “Congresso Nacional”, estará de parabéns se aprovar a Lei Maluf. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com

http://www.grupounidorodafogo.blogspot.com http://www.comunidaderecife.blogspot.com http://www.manoellimoeiro.blogspot.com http://www.manoellimoeiro.myalbum.com.br http://blogmanoellimoeiro.myblog.com.br

Recife-PE., 12 de maio de 2008, segunda-feira.

Esgoto Sanitario em Roda de Fogo-Recife

No inicio da Rua Piratini e 3 de Setembro, na comunidade de Roda de Fogo nos Torrões-Recife, o esgoto sanitário esta escorrendo céu aberto. tudo isso é provocado pelo o enturpimento do esgoto sanitário. Uma boca de lobo esta enturpida nessa área. Faço um apelo a Compesa que tome as providências urgentes. Tem crianças sendo vítima desse esgoto local. Atenciosamente: Manoel josé de Santana (Manoel Limoeiro)

http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com http://www.manoellimoeiro.blogspot.com http://www.manoellimoeiro.myalbum.com.br
http://blogmanoellimoeiro.myblog.com.br

Recife, 12 de maio de 2008, segunda-feira.
Manoel José de Santana

sábado, 10 de maio de 2008

Feliz Dias das mães.

Feliz dias das mães, a todos os leitores do blog. A mãe faz um excelente trabalho na sociedade. Por esses motivos devemos mais respeitar a todas mães no Brasil. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com Blogs: http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com e http://www.manoellimoeiro.blogspot.com

Recife-PE., 11 de maio de 2008, domingo.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Falta formulário para se inscrever no ENEM.

Estou interessado no Exame Nacional do Ensino médio (ENEM)m que começou a inscrição apartir do último dia 5. Para a minha surpresa, ao chegar à Agencia do correio, da AV. Caxangá, não se encontrava o formulário para preencher a inscrição e a declaração de pobreza. Segundo a funcionária esse material, o MEC não enviou ainda para todas Agencias dos Correios. Infelizmente se nota até que o governo, não dar uma atenção especial a educação no Brasil. Agora pergunto, até quando esse formulário estará a disposição dos correios para se poder se escrever no ENEM? Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com
Blogs: http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com e http://www.manoellimoeiro.blogspot.com

Recife-PE, 09 de maio de 2008, sexta-feira.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

E-mail para o Ideal Saúde.

Sou pai de VNS, de 2 anos e 7 meses, no último dia 5 de maio, minha esposa levou ele ao hospital Canaã em Casa Forte, ás 19 horas e saímos de lá ás 3:30horas esperando um hemograma de sangue. A criança apresentava febre alta, e mancha no corpo. Ora achei! Um absurdo a demora de desse exame, que nem a rede pública, demora tanto assim. E esses fatos estão divulgados na imprensa escrita para toda sociedade tome conhecimento desse fato ocorrido. Inclusive levar ao conhecimento de todo o País. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) Cel. 81-87405965.
Recife-PE., 08 de maio de 2008, quinta-feira.

blogs: http://www.comunidaderecife.blogspot.com e http://www.manoellimoeiro.blogspot.com

Postado por Manoel José de Santana(Manoel Limoeiro) às

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Vida Urbana do Diário de Pernambuco em::06/05/2008, quarta-feira.



Participe vc tb do site pernambuco.com/cidadao

Recife-PE., 07 de maio de 2008.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Plano de Saúde Ideal.

0 plano Ideal Saúde, não cumprindo seus compromissos com os clientes. Fato registrando no último de 5 de maio, no Hospital Canaã, em Casa Forte. A criança VNS de 2 anos e sete meses, meu filho, precisou ser atendido ás 19 horas, com problema de febre alta. O médico DR. José Marques da Silva Neto, solicitou um hemograma completo de sangue. Para nossa surpresa, esse exame só ficou pronto ás 3 e meia da manhã. Eu não entendo como uma rede particular de Plano de Saúde chegue a esse ponto. Na rede de saúde pública, com menos de duas horas nós já sabemos do resultado de qualquer exame médico. Acho uma falta de respeito aos usuários dos planos de saúde. Além , disso é uma falta de respeito ao direito do “Estatuto da Criança e do Adolescente, que merece ter um tratamento diferenciado nos atendimentos nos serviços públicos e particulares. Espero que esses serviços seja bem fiscalizados, para que nós usuários não sofrer com os péssimos atendimentos, nessa área tão procurada pela sociedade. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel limoeiro). E-mail:manoeljs127773997@hotmail.com Blog http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com .

Recife-Pe., 06 de maio de 2008, terça-feira.

Carta Folha de Pernambuco

5/5/2008
Cartas



Roda de Fogo esquecida

Roda de Fogo continua esquecida até dos políticos que fazem promessas de campanha nessa época no ano nas véspera das eleições municipais. Nosso sistema de esgoto sanitário é condominial, e operam com quatro estações elevatórias. Em 2003, três dessas estações foram invadidas por sem-teto. Imaginamos o sofrimento dessas famílias que moram em cima do esgoto sanitário, enfrentando risco de vida provocado pela fedentina das fezes, os perigos do choque elétrico e das funduras dos poços de esgoto. Na comunidade, mais de três mil famílias sofrem com as más condições do funcionamento das estações elevatórias, que provocam entupimentos nos lotes condominiais. Em minha opinião, acho sua que Humberto Costa, secretário das Cidades, está fazendo campanha política fora de época para fortalecer o seu partido PT em todo o Estado. Em mais de um ano de governo nunca li um artigo desse, e fico até desconfiado mediante tanto beneficio para Pernambuco.


Manoel Limoeiro - Recife/PE

domingo, 4 de maio de 2008

mensagem

Aos amigos um bom final de semana, com a santa paz do senhor. E agradeço aos leitores de todo coração. Um abraço de: Manoel Limoeiro de Recife-PE.

Recife-PE.,04 de maio de 2008, domingo.

Manoel José de Santana(Manoel Limoeiro) às 04/05/2008 0

sábado, 3 de maio de 2008

Esgoto escorrendo céu aberto na Roda de Fogo.

As Ruas 3 de Setembro e na esquina da Rua Piratini, na comunidade de Roda de Fogo nos Torrões- Recife, a boca de lobo do esgoto sanitário, está transbordando de fezes. O morador não agüenta mais os maus cheiros do esgoto local. Resta agora apelar a Compesa para realizar esse serviço urgente. Esse fato já vem ocorrendo vários meses, e não se toma nenhum medida para concluir esse serviço. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro)


E-mail:manoeljs127773997@hotmail.com blog




http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com


Recife-PE., 04 de maio de 2008, domingo.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Carta por e-mail ao governador Eduado Campos.

Sou morador de Roda de Fogo nos Torrões - Recife, o sistema de esgoto sanitário, funciona de pessima qualidade. Gostaria de saber de V.Excelência se o senhor tem algum projeto do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para se investir no esgoto sanitário de Roda de Fogo. O sistema possui 4 estações elevatórias, e 3 delas foram invadidas desde 2003. Essas familias moram em cima das estações elevatórias citadas. Acho que o senhor com o prefeito João Paulo, poderia juntos construir casas populares, e retirar essas pessoas dessas fossas. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) de Roda de Fogo nos Torrões-Recife. Cel. 81-87405965

Blog do Grupo Unido de Roda de Fogo. http://grupounidoderodafogo.blogspot.com/

Recife-PE., 02 de maio de 2008, sexta-feira.

Manoel José de Santana
_________________

Dengue.

A epidemia da dengue é assustadora no país, e principalmente em Pernambuco. É possível a população evitar procriação do mosquito “Aedes aegypti”, que é feita em ambientes úmidos em reservatório de água, latas abertas, e outros material se utiliza para reserva d’água e etc.. Se a população tomasse esses cuidados, estaria ajudando o governo no combate a dengue no País. Para isso o povo precisa ser mais orientando sobre esse procedimento como evitar a dengue. Em Roda de Fogo nos Torrões – localizada no Centro Oeste do Recife, uma comunidade com mais 25 mil habitantes. O governo municipal, não esta fazendo o seu dever no combate a dengue. Por quê, faltam agentes de saúde na comunidade para orientar os moradores desinformados, da transmissão da dengue? Atenciosamente:Manoel Limoeiro de Roda de Fogo - Torrões - Recife-PE.

http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com

E-mail:manoeljs127773997@hotmail.com Rua Piratini, 15 . Torrões - Recife-PE. Cel. 81-87405965

Recife-PE., 02 de maio de 2008, sexta-feira.



Manoel José de Santana

quarta-feira, 30 de abril de 2008

A violência cresce em Pernambuco.

Hoje o último dia do quarto mês do ano, o estado de Pernambuco, se registra 1511 homicídios, segundo as informações do Jornal da TV Tribuna. A sociedade é vítima do descanso do governo estadual, que não controla a política da segurança pública do Estado. Imaginei em quatro meses soma esse enorme número de pessoas assassinadas brutalmente sem nenhuma medida adotada pelas autoridades para diminuir esse terror criminoso. No final do ano podemos chegar a mais de cinco mil assassinatos no
Estado. A violência está evoluindo cada vez mais que chega assustar á população pernambucana, no dia-a-dia. É possível que toda sociedade precisa mobiliza-se e cobrar mais ações do governo no combate ao crime organizado no Estado, e no País. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997

@hotmail.com e Blog http://www.comunidaderecife.blogspot.com

Recife-PE., 30 de abril de 2008, quarta – feira.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Orçamento Participativo da PCR.

Hoje 29, ás 19 horas tem plenária da política do Orçamento Participativo (OP) da Prefeitura do Recife, na Rua Carneiro de Mariz no Engenho do Meio. Eu, não participo dessa política enganosa do prefeito João Paulo, e muito menos oriento morador a participar de ato sem futuro para a comunidade de Roda de Fogo nos Torrões. A Prefeitura do Recife colocou carro de som chamando os moradores para fazer volume na sua política mentirosa fora do bairro. Espero que o povo não vá a esse evento político do PT. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro)

E-mail: manoeljs12773997@hotmail.com Blog:http://WWW.grupounidoderodafogo.blogspot.com

Recife-PE., 29 de abril de 2008, terça – feira.

domingo, 27 de abril de 2008

Roda de Fogo nos Torrões, esquecida pelos políticos.

Ao lê o artigo do Secretario das Cidades (Secid) Sr. Humberto Costa, publicado no último dia 27, na “Folha de Pernambuco", referente ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo o Secretario das Cidades, somam um montante de R$ 20,2 bilhões, distribuídos em 17 projetos nas áreas de recursos Hídricos, transportes, infra-estrutura e habitação. Para as obras de saneamento, urbanização e moradia está disponível o valor de 1,6 bilhão, investimento a ser executado pelo Estado, por intermédio das Secretarias das Cidades (Secid), e Recursos Hídricos. Lamento muito em Roda de Fogo nos Torrões- Recife, continua esquecida até dos políticos fazer promessas de campanha nessa época no ano nas véspera das eleições municipais. O nosso sistema de esgoto sanitário é condominial, operam com 4 (quatro) estações elevatórias. Em 2003, três dessas estações elevatórias, foram invadidas por pessoas sem teto. Imaginamos a saúde e sofrimentos dessas famílias que moram em cima do esgoto sanitário, enfrentados riscos de vidas, provocado pela fedentina das fezes, os perigos do choque elétrico, e das funduras dos poços de esgoto. Na comunidade mais de 3 mil famílias sofrem com as maus condições dos funcionamentos das estações elevatórias, que provoca entupimentos nos lotes condominiais. Em minha opinião acho sua Excelência SR. Humberto Costa, Secretario das Cidades, esta fazendo campanha política fora da época para fortalecer o seu partido PT em todo Estado. Mais de um ano de governo nunca li um artigo desse, eu fico até desconfiado mediante tanto beneficio para Pernambuco. Atenciosamente: Manoel Limoeiro de Roda de Fogo nos Torrões-Recife-PE. Cel. 81-87405965

Blog: http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com

Recife-PE., 27 de abril de 2008, domingo.

sábado, 26 de abril de 2008

Pergunta ao Governador Eduardo Campos no Portal do IG

Gostaria de saber do Governador Eduardo Campos, qual o projeto para remover essas pessoas que reside nas estações elevatórias de esgoto sanitário, na comunidade de Roda de Fogo nos Torrões - Recife. Essas famílias desde 2003, que convive com a poluição do esgoto sanitário, e ainda corre risco de vida provocados pelas bombas elétricas, e as funduras dos poços. Até quando V. Excelência vai tomar uma providência para construir casas populares e remover essas pessoas pobres? Atenciosamente: Manoel Limoeiro de Roda de Fogo nos Torrões - Recife-Pe.
Blog:
http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com Obs. Essa pergunta se encontra registrada no Portal do IG fale com os politicos.

Recife-PE., 26 de abril de 2008, sábado.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Corrupções na Politica Brasileira.

Até quando essas corrupções do uso indevido do dinheiro público, vai dar uma basta nessas ladroeiras no País? Enquanto a população carente, precisa de uma boa saúde e educação, que essas verbas deviadas dos cofres públicos fazem faltam ao bem estar social do povo brasileiro. Um povo que ortoga o poder aos políticos que engana essa massa humana, na compra de voto. O eleitor (a) que vende o seu voto esta contribuído com o aumento da corrupção no país. Embora orientassem que esses procedimentos é proibido pela Justiça Eleitoral. O Brasil precisa de uma reforma política urgente para acaba com essa pouca vergonha, no seio da sociedade. Quem já viu, algum desses políticos corruptos na cadeia eu, não duvido que ninguém nunca viu. A responsabilidade do País, esta em nossas mãos, para escolher melhor quem irá nos representa seja, nos poderes, executivo e legislativo. No corrente ano, temos eleições municipais, portanto vamos votar em mudar a história política nacional. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) de Recife-PE.
E-mail:Manoeljs127773997@hotmail.com Blog http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com
Recife-PE., 25 de abril de 2008, sexta-feira.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

OP Do Recife.


A política do Orçamento Participativo-OP do Prefeito João Paulo, vem mentindo na divulgação de pavimentação e drenagem em Roda de Fogo nos Torrões. E esgotamento sanitário avaliado em R$ 1.553.667,52 esta em execução.
!. A Rua Maestro Johnson, em Roda de Fogo não foi concluída, conforme informação do próprio op. Essa obra é projeto antigo em outras gestões. As informações da PCR são, mas política. E quanto a obra de recuperação de esgotamento sanitário em Roda de Fogo. R$ 1.553.667,00 e a comunidade nunca teve nenhum melhoramento. Já que estamos em ano eleitoral, agora todas as mentiras são descarregadas. “Veja a “pagina acima por,” favor”. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) e-mail : manoeljs127773997@hotmail.com
Blog: http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com
Recife-PE., 24 de abril de 2008, quinta-feira.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Falta de material de curativos no Posto de Saúde Cosirof Torrões.

É lamentável a falta de atenção da Prefeitura do Recife, com a saúde dos moradores de Roda de Fogo nos Torrões. No Posto de Saúde Cosirof uma das três unidades, falta material de luva cirúrgica para curativo. Entrei em contato com o Distrito Sanitário IV, e fui informado que ia mandar o material de curativo. Só para nossa surpresa mandaram sim luva plástica, que pode causar infecção no paciente. Espero que a Secretária de Saúde Municipal verifique esse material omisso que pode causar uma infecção no doente. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com


Blog http://www.comunidaderecife.blogspot.com
Recife-PE, 23 de abril de 2008, quarta – feira.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Dicas de prevenção da dengue.

Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental
Secretaria de Estado do Meio Ambiente
18 · ABR · 2008 DENGUE!
Saiba como se prevenir...


Institucional

Dengue - Saiba como se prevenir...



O que é dengue
Modo de transmissão
Locais onde ocorre a doença
Sintomas
O mosquito
Medidas gerais de prevenção
Perguntas mais frequentes
Links para consulta e informações


O que é dengue

É uma doença infecciosa aguda de curta duração, de gravidade variável, causada por um arbovírus, do gênero Flavivírus (sorotipos: 1,2,3 e 4). No Brasil, circulam os tipos 1, 2 e 3. O vírus 3 está presente desde dezembro de 2000 e foi isolado em janeiro de 2001, no Rio de Janeiro.

A dengue é transmitida principalmente pelo mosquito Aedes aegypti infectado mas também pelo Aedes albopictus. Esses mosquitos picam durante o dia, ao contrário do mosquito comum (Culex), que pica durante a noite.

O Aedes aegypti é principalmente encontrado em áreas tropicais e subtropicais do mundo, inclusive no Brasil, pois as condições do meio ambiente favorecem seu o desenvolvimento e proliferação.

As epidemias geralmente ocorrem no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos. A dengue está se expandindo rapidamente, e a grande preocupação é que nos próximos anos a transmissão aumente por todas as áreas tropicais do mundo se medidas eficientes não forem tomadas para a contenção das epidemias.
Topo

Modo de transmissão

A transmissão se dá pela picada do mosquito Aedes aegypti que ficou infectado porque picou uma pessoa doente. Esse mosquito infectado, picando uma pessoa sadia, passa o vírus da dengue e esta pessoa fica doente. A doença só acomete a população humana.

Os transmissores de dengue, principalmente o Aedes aegypti, proliferam-se dentro ou nas proximidades de habitações (casas, apartamentos, hotéis etc.) em qualquer coleção de água limpa (caixas d'água, cisternas, latas, pneus, cacos de vidro, vasos de plantas). As bromélias, que acumulam água na parte central (aquário), também podem servir como criadouros. A transmissão da dengue é mais comum em cidades. Também pode ocorrer em áreas rurais, mas é incomum em locais com altitudes superiores a 1200 metros.

Não há transmissão pelo contato direto de uma pessoa doente para uma pessoa sadia. Também não há transmissão pela água, por alimentos ou por quaisquer objetos. A dengue também não é transmitida de um mosquito para outro. Quem pica é a fêmea e o faz para sugar o sangue. Os mosquitos acasalam 1 ou 2 dias após tornarem-se adultos. A partir daí, as fêmeas passam a se alimentar de sangue, que fornece as proteínas necessárias para o desenvolvimentos dos ovos. As fêmeas têm preferência pelo sangue humano. Elas atacam vorazmente. São ativas durante o dia, podendo picar várias pessoas diferentes, o que explica a rápida explosão das epidemias de dengue.
Topo

Locais onde ocorre a doença

No Brasil, a erradicação do Aedes aegypti na década de 30, levada a cabo para o controle da febre amarela, fez desaparecer também a dengue. No entanto, em 1981 a doença voltou a atingir a Região Norte (Boa Vista, Roraima). No Rio de Janeiro (Região Sudeste) ocorreram duas grandes epidemias. A primeira em 1986-87, com cerca de 90 mil casos, e segunda em 1990-91, com aproximadamente 100 mil casos confirmados. A partir de 1995, a dengue passou a ser registrada em todas as regiões do país e, em 1998, o número de casos chegou a 570.148. Em 1999 houve uma redução (210 mil casos), seguida de elevação progressiva em 2000 (240 mil casos) e em 2001 (370 mil casos). Nesse último ano, a maioria dos casos (149.207) ocorreu na região Nordeste.

No Estado de São Paulo, em 1990, começa uma grande epidemia na região de Ribeirão Preto, que se disseminou para outras regiões. Em 1995, já haviam 14 municípios envolvidos com a transmissão da dengue.

As primeiras prováveis epidemias de dengue datam do final do século XVIII. Nesta época, a doença era conhecida como "febre quebra-ossos" devido às fortes dores que causava nas juntas. Já durante os séculos XIX e XX, foram registradas diversas epidemias ao redor do mundo atribuídas à dengue:
- Zazibar (1823; 1870),
- Calcutá (1824; 1853; 1871; 1905),
- Antilhas(1827),
- Hong Kong(1901),
- Estados Unidos (1922),
- Austrália (1925-26; 1942),
- Grécia (1927-28),
- Japão (1942-45).

Na década de 50, foi reconhecida e descrita pela primeira vez uma grave manifestação clínica associada à dengue, a febre ou dengue hemorrágica. Não se sabe bem porque, mas a dengue hemorrágica se comportou como uma doença relativamente rara antes da década de 50. Isso pode ter acontecido devido aos fatores de ordem social, como a intensa urbanização e maior intercâmbio entre as diferentes regiões do planeta, que podem ter contribuído para o aumento da incidência da dengue de maneira geral possibilitando o aparecimento de grandes contingentes populacionais com experiências imunológicas com a dengue, fazendo com que assim existisse o risco da dengue hemorrágica.

O Estado de São Paulo registrou a ocorrência de 78.614 casos autóctones (adquiridos no próprio Estado) de dengue, em 358 municípios, entre janeiro e outubro de 2007, com considerável expansão da doença para novas áreas. Durante todo o ano de 2006 foram registrados 50.021 casos em 254 municípios. Atualmente, temos 508 municípios infestados com o Aedes aegypti, excluindo-se apenas alguns municípios do Vale do Ribeira e do Paraíba e das Regiões Metropolitanas de São Paulo e de Campinas.

O único modo possível de evitar a introdução de um novo tipo do vírus da dengue é a eliminação dos transmissores. O Aedes aegypti também pode transmitir a febre amarela.
Topo

Sintomas

A dengue clássica é usualmente benigna. A infecção causada por qualquer um dos quatro tipos (1, 2, 3 e 4) do vírus da dengue produz as mesmas manifestações. A determinação do tipo do vírus da dengue que causou a infecção é irrelevante para o tratamento da pessoa doente. A dengue é uma doença que, na grande maioria dos casos (mais de 95%), causa desconforto e transtornos, mas não coloca em risco a vida das pessoas. Inicia-se com febre alta, podendo apresentar cefaléia (dor de cabeça), prostração, mialgia (dor muscular, dor retro-orbitária - dor ao redor dos olhos), náusea, vômito, dor abdominal. É freqüente que, 3 a 4 dias após o início da febre, ocorram manchas vermelhas na pele, parecidas com as do sarampo ou rubéola, e prurido ("coceira"). Também é comum que ocorram pequenos sangramentos (nariz, gengivas).

A maioria das pessoas, após quatro ou cinco dias, começa e melhorar e recupera-se por completo, gradativamente, em cerca de dez dias.

Em alguns casos (a minoria), nos três primeiros dias depois que a febre começa a ceder, pode ocorrer diminuição acentuada da pressão sangüínea. Esta queda da pressão caracteriza a forma mais grave da doença, chamada de dengue "hemorrágica". Este nome pode fazer com que se pense que sempre ocorrem sangramentos, o que não é verdadeiro. A gravidade está relacionada, principalmente, à diminuição da pressão sangüínea, que deve ser tratada rapidamente, uma vez que pode levar ao óbito. A dengue grave pode acontecer mesmo em quem tem a doença pela primeira vez.

O doente se recupera, geralmente sem nenhum tipo de problema. Além disso, fica imunizado contra o tipo de vírus (1, 2, 3 ou 4) que causou a doença. No entanto, pode adoecer novamente com os outros tipos de vírus da dengue. Em outras palavras, se a infecção foi com o tipo 2, a pessoa pode ter novamente a dengue causado pelos vírus dos tipos 1, 3 ou 4. Em uma segunda infecção, o risco da forma grave é maior, mas não é obrigatório que aconteça.

Existem diferentes teorias para explicar o surgimento da dengue hemorrágica. Alguns afirmam que ela passa a ter alta incidência em uma população já anteriormente exposta a um outro tipo de vírus da dengue. Seria a exposição seqüencial a um segundo diferente tipo de vírus, que causaria a dengue do tipo hemorrágica. Para outros, a dengue hemorrágica dependeria da maior virulência de determinadas cepas do vírus, isto é, existiriam formas virais mais agressivas do que outras. Uma última explicação seria que as formas hemorrágicas da dengue estariam mais associadas ao tipo 2 do vírus.
Topo

O mosquito

O Aedes aegypti pertence à família Culicidae, a qual apresenta duas fases ecológicas interdependentes: a aquática, que inclui três etapas de desenvolvimento - ovo, larva e pupa -, e a terrestre, que corresponde ao mosquito adulto.

A duração do ciclo de vida, em condições favoráveis, é de aproximadamente 10 dias, a partir da oviposição até a idade adulta. Diversos fatores influem na duração desse período, entre eles a temperatura e a oferta de alimentos.

Detalhes do ciclo de vida

OVO
Os ovos são depositados pela fêmeas acima de meio líquido à superfície da água, ficando aderidos à parede interna dos recipientes. Após a postura tem início o período de incubação, que em condições favoráveis dura 2 a 3 dias, quando estarão prontos para eclodir. A resistência à dessecação aumenta conforme os ovos ficam mais velhos, ou seja, a resistência aumenta quanto mais próximos estiverem do final de desenvolvimento embrionário. Este completo, eles podem se manter viáveis por 6 a 8 meses. A fase de ovo é a de maior resistência de seu biociclo.

LARVA
As larvas são providas de grande mobilidade e têm como função primária o crescimento. Passam a maior pare do tempo alimentando-se de substâncias orgânicas, bactérias, fungos e protozoários existentes na água. Não selecionam alimentos, o que facilita a ação dos larvicidas, bem como não toleram elevadas concentrações de matéria orgânica na água. A duração da fase larval, em condições favoráveis de temperatura (25 a 29º C) e de boa oferta de alimentos, é de 5 a 10 dias, podendo se prolongar por algumas semanas em ambiente adequado.

PUPA
A pupa não se alimenta, apenas respira e é dotada de boa mobilidade. Raramente é afetada por ação de larvicida. A duração da fase pupal, em condições favoráveis de temperatura é de 2 dias em média.

ADULTO
Macho e fêmea alimentam-se de néctar e sucos vegetais, sendo que a fêmea depois do acasalamento, necessita de sangue para a maturação dos ovos. Há uma relação direta, nos países tropicais, entre as chuvas e o aumento do número de vetores. A temperatura influi na transmissão da dengue. Raramente ocorre transmissão da dengue em temperaturas abaixo de 16º C. A transmissão ocorre preferencialmente em temperaturas superiores a 20º C. A temperatura ideal para a proliferação do Aedes aegypti estaria em torno de 30 a 32 ºC.

Topo

Medidas gerais de prevenção

O melhor método para se combater a dengue é evitando a procriação do mosquito Aedes aegypti, que é feita em ambientes úmidos em água parada, seja ela limpa ou suja.

A fêmea do mosquito deposita os ovos na parede de recipientes (caixas d'água, latas, pneus, cacos de vidro etc.) que contenham água mais ou menos limpa e esses ovos não morrem mesmo que o recipiente fique seco. Não adianta, portanto, apenas substituir a água, mesmo que isso seja feito com freqüência. Desses ovos surgem as larvas, que, depois de algum tempo vivendo na água, vão formar novos mosquitos adultos.

O combate ao mosquito deve ser feito de duas maneiras: eliminando os mosquitos adultos e, principalmente, acabando com os criadouros de larvas. Para eliminação dos criadouros é importante que sejam adotadas as seguintes medidas:

- Não se deve deixar objetos que possam acumular água expostos à chuva. Os recipientes de água devem ser cuidadosamente limpos e tampados. Não adianta apenas trocar a água, pois os ovos do mosquito ficam aderidos às paredes dos recipientes. Portanto, o que deve ser feito, em casa, escolas, creches e no trabalho, é:
• substituir a água dos vasos das plantas por terra e esvaziar o prato coletor, lavando-o com auxílio de uma escova;
• utilizar água tratada com água sanitária a 2,5% (40 gotas por litro de água) para regar bromélias, duas vezes por semana*. 40 gotas = 2ml;
• não deixar acumular água nas calhas do telhado;
• não deixar expostos à chuva pneus velhos ou objetos (latas, garrafas, cacos de vidro) que possam acumular água;
• acondicionar o lixo domiciliar em sacos plásticos fechados ou latões com tampa;
• tampar cuidadosamente caixas d'água, filtros, barris, tambores, cisternas etc.

Para reduzir a população do mosquito adulto, é feita a aplicação de inseticida através do "fumacê", que deve ser empregado apenas quando está ocorrendo epidemias. O "fumacê" não acaba com os criadouros e precisa ser sempre repetido, o que é indesejável, para matar os mosquitos que vão se formando. Por isso, é importante eliminar os criadouros do mosquito transmissor. Além da dengue, se estará também evitando que a febre amarela, que não ocorre nas cidades brasileiras desde 1942, volte a ser transmitida.

- Medidas eficazes em residências, escolas e locais de trabalho (arquivo em PDF): Clique aqui

- Medidas Individuais de Prevenção
Devem ser adotadas medidas de proteção contra infecções transmitidas por insetos, que são as mesmas empregadas contra a febre amarela e a malária. É importante saber que, embora a transmissão dessas doenças possa ocorrer ao ar livre, o risco maior é no interior de habitações.

Em locais de maior ocorrência dessas doenças, deve-se usar, sempre que possível, calças e camisas de manga comprida, e repelentes contra insetos à base de DEET nas roupas e no corpo, sempre observando a concentração máxima para crianças (10%) e adultos (30%). Pessoas que estiveram em uma área de risco para dengue e que apresentem febre, durante ou após a viagem, devem procurar um Serviço de Saúde.
Topo

Perguntas mais frequentes

1. O que é dengue?
É uma virose transmitida por um tipo de mosquito (Aedes aegypti) que pica apenas durante o dia, ao contrário do mosquito comum (Culex), que pica de noite. A infecção pode ser causada por qualquer um dos quatro tipos (1, 2, 3 e 4) do vírus da dengue, que produzem as mesmas manifestações. Em geral, o início é súbito com febre alta, dor de cabeça e muita dor no corpo. É comum a sensação de intenso cansaço, a falta de apetite e, por vezes, náuseas e vômitos. Podem aparecer manchas vermelhas na pele, parecidas com as do sarampo ou da rubéola, e prurido (coceira) no corpo. Pode ocorrer, às vezes, algum tipo de sangramento (em geral no nariz ou nas gengivas). A dengue não é transmitida diretamente de uma pessoa para outra.

2. O que uma pessoa deve fazer se achar que está com dengue?
- Procurar um Serviço de Saúde logo no começo dos sintomas. Diversas doenças são muito parecidas com a dengue, e têm outro tipo de tratamento.
- Beber bastante líquido, evitando-se as bebidas com cafeína (café, chá preto). Não tomar remédios por conta própria, mesmo aqueles normalmente indicados para dor ou febre. Todos os medicamentos podem ter efeitos colaterais e alguns que podem até piorar a doença. A dengue não tem tratamento específico. Os medicamentos são empregados para atenuar as manifestações (dor, febre).
- Informar ao médico se estiver em uso de qualquer remédio. Alguns medicamentos utilizados no tratamento de outras doenças (Marevan®, Ticlid® etc.) podem aumentar o risco de sangramentos.
- Não tomar nenhum remédio para dor ou para febre que contenha ácido acetil-salicílico (AAS®, Aspirina®, Melhoral® etc.) - que pode aumentar o risco de sangramento.

Os antiinflamatórios (Voltaren®, Profenid ® etc) também não devem ser utilizados como antitérmicos pelo risco de efeitos colaterais, como hemorragia digestiva e reações alérgicas.

Os remédios que tem dipirona (Novalgina®, Dorflex®, Anador® etc.) devem ser evitados, pois podem diminuir a pressão ou, às vezes, causar manchas de pele parecidas com as da dengue.

O paracetamol (Dôrico®, Tylenol® etc), mais utilizado para tratar a dor e a febre na dengue, deve ser tomado rigorosamente nas doses e no intervalo prescritos pelo médico, uma vez que em doses muito altas pode causar lesão hepática.

3. Como é feito o diagnóstico de dengue?
O diagnóstico inicial de dengue é clínico (história + e exame físico da pessoa) feito essencialmente por exclusão de outras doenças. Feito o diagnóstico clínico de dengue, alguns exames (hematócrito, contagem de plaquetas) podem trazer informações úteis quando analisados por um médico, mas não comprovam o diagnóstico, uma vez que também podem estar alterados em várias outras infecções. A comprovação do diagnóstico, se for desejada por algum motivo, pode ser feita através de sorologia (exame que detecta a presença de anticorpos contra o vírus da dengue), que começa a ficar reativa ("positiva") a partir do quarto dia de doença.

4. É necessário esperar o resultado de exames para iniciar o tratamento?
Não. Uma vez que, excluídas clinicamente outras doenças, a dengue passa a ser o diagnóstico mais provável, os resultados de exames (que podem demorar muito) não podem retardar o início do tratamento. O tratamento da dengue é feito, na maioria das vezes, com uma solução para reidratação oral (disponível nas Unidades de Saúde), que deve ser iniciada o mais rápido possível.

5. A comprovação do diagnóstico de dengue é útil para o tratamento da pessoa doente?
Não. A comprovação sorológica do diagnóstico de dengue poderá ser útil para outras finalidades (vigilância epidemiológica, estatísticas) e é um direito do doente, mas o resultado do exame comumente estará disponível apenas após a pessoa ter melhorado, o que o torna inútil para a condução do tratamento. O exame sorológico também não permite dizer qual o tipo de vírus que causou a infecção (o que é irrelevante) e nem se a dengue é "hemorrágica".

6. O que é dengue "hemorrágica"?
Dengue "hemorrágica" é a dengue mais grave. Apesar do nome, que é impreciso, o principal perigo da dengue "hemorrágica" não são os sangramentos, mas sim a pressão arterial muito baixa (choque). É importante saber que outras doenças, como a meningite meningocócica, podem ser muito parecidas com a dengue, embora a pessoa fique grave muito mais rápido (logo no primeiro ou segundo dia de doença). A dengue pode se tornar mais grave apenas quando a febre começa a diminuir. O período mais perigoso está nos três primeiros dias depois que a febre começa a desaparecer. Pode aparecer qualquer uma dessas alterações:

- dor no fígado (nas costelas, do lado direito)
- tonteiras, desmaios
- pele fria e pegajosa, suor frio
- sangramentos
- fezes escuras, parecidas com borra de café

7. O que fazer se aparecer qualquer um desses sintomas?
Procurar imediatamente o Centro Municipal de Saúde ou o Hospital mais próximo.

8. A dengue "hemorrágica" só ocorre em quem tem dengue pela segunda vez?
Não. A forma grave da dengue também pode ocorrer em quem tem a doença pela primeira vez.

9. A dengue "hemorrágica" é obrigatória em que tem a doença pela segunda vez?
Não. O risco é maior do que na primeira infecção, mas a imensa maioria das pessoas que têm a doença pela segunda ou terceira vez não apresenta a forma grave da dengue.

10. Quantas vezes uma pessoa pode ter dengue?
Até quatro vezes, pois existem quatro tipos diferentes do vírus da dengue (1, 2, 3 e 4). No Rio de Janeiro, até agora, existem os tipos 1, 2 e 3. Cada vez que a pessoa tem dengue por um tipo, fica permanentemente protegido contra novas infecções por aquele tipo. É por isso que só se pode ter dengue quatro vezes.

11. Quem teve dengue fica com alguma complicação?
Não. A recuperação costuma ser total. É comum que ocorra durante alguns dias uma sensação de cansaço, que desaparece completamente com o tempo.

12. Todo mundo que é picado pelo Aedes aegypti fica doente?
Não. Primeiro é preciso que o Aëdes esteja contaminado com o vírus da dengue. Além disso, cerca de metade das pessoas que são picadas pelo mosquito que tem o vírus não apresenta qualquer sintoma.

13. O que fazer para diminuir o risco de pegar dengue?
O Aedes aegypti é um mosquito doméstico, que vive dentro ou nas proximidades das habitações. O único modo possível de evitar ou reduzir a duração de uma epidemia e impedir a introdução de um novo tipo do vírus da dengue é a eliminação dos transmissores. Isso é muito importante porque, além da dengue, o Aedes aegypti também pode transmitir a febre amarela.

O "fumacê" é útil para matar os mosquitos adultos, mas não acaba com os ovos. Por isso, deve ser empregado apenas em períodos de epidemias com o objetivo de interromper rapidamente a transmissão. O mais importante é procurar acabar com os criadouros dos mosquitos. Qualquer coleção de água limpa e parada, inclusive em plantas que acumulam água (bromélias), pode servir de criadouro para o Aedes aegypti.

Topo

Links para consulta e informações

• Slides para download
( arquivo em PDF zipado. Para descompactar e visualizar instale: WinZip e ACROBAT )

• Ministério da Saúde
• SUCEN - Superintendência de Controle de Endemias
• CIVES - Centro de Informação em Saúde para Viajantes
• CVE - Centro de Vigilância Epidemiológica
• FUNASA - Fundação Nacional da Saúde

quarta-feira, 16 de abril de 2008

A violência urbana em Pernambuco.

A violência urbana é genelizada por vários fatores, uns deles é a falta de emprego no mercado. Podemos ainda acrescentar os conflito entre casal, que muitas vezes gera crime passional. “A pobreza não é causa da violência. Mas quando aliada á difilcudade dos governos em oferecer melhor distribuição dos serviços públicos, torna os bairros mais pobres mais atraentes para a criminalidade e a ilegalidade”. Luis Antônio Francisco de Souza. (Sociólogo). Atualmente Pernambuco é o estado de maior índice de homicídios só esse ano, já foi registrado 1319 mortes violentas. O governo do estado ainda não conseguir reduzir esse terror que amedronta as vidas das pessoas trabalhadoras. “ Se as pessoas agirem apenas em função do medo, se retraírem simplesmente, elas vão conseguir operar bem, não vão conseguir enfrentar a violência. Só vão reproduzi-lo”. Adalberto Botarelli (Psicólogo Social). A sociedade também pode trabalhar em conjunto com o governo no combate a violência urbana. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com
Blog http://www.grupounidoderodafogo.blogspot.com
Recife-PE., 17 de abril de 2008, quinta –feira.

Faltam materiais de curativos nos Postos de Saúde em Roda de Fogo

Nos Postos de saúde da comunidade de Roda de Fogo nos Torrões, estão faltam materiais para curativos. Segundo a Senhora Sandra Maria Deocrécia da Silva, procurou umas dessas unidades Cosirof foi informada por funcionário que não podia fazer o curativo pela ausência dos materiais para curativos. A paciente foi operada recentemente no Hospital das Clinicas, e corre o risco de contrair uma infecção generalizada. É um absurdo o tratamento da Prefeitura do Recife, que não esta dando a comunidade. Já reivindiquei varias vezes na imprensa sobre esse descanso do governo municipal na área da saúde pública. Espero que o nosso prefeito João Paulo, acorde e determine a sua equipe que tome providência. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro)


E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com

Recife-PE. 16 de abril de 2008, quarta-feira.

terça-feira, 15 de abril de 2008

Esgoto a céu aberto.



Foto de Alison, da Rua Safonerio Luiz Gonzaga em Roda de Fogo nos Torrões.

Epidemia da Dengue.

Tomei conhecimento da matéria do Diário de Pernambuco, do último dia 12, a Secretária Estadual de Saúde, reservou 100 leitos para vítimas da dengue. Eu acho uma vergonha para o governo em caso de emergência, não se preocupa com a saúde da população que lhe ortogou o poder. Segundo a mídia, já se registra dois óbitos da dengue hemorrágica, causada pela transmissão do mosquito “Aedes Aegipi”. No Recife, 847 casos notificados da dengue clássica foram 41 confirmados. Em Roda de Fogo nos Torrões, ninguém vê a equipe de agente de saúde, orientando os moradores. A nossa preocupação na comunidade é no período do inverno, aumento das águas da chuvas e esgoto sanitário que ás Ruas fica todas alagadas por falta das drenagens e canaletas. O governo municipal investiu na comunidade mais de R$ 280.000 em drenagens e canaletas não teve nenhum sucesso até hoje. Infelizmente o prefeito João Paulo, só se preocupa com a sucessão municipal e esquece a cidade. Faço um apelo aos governos, municipal e estadual, que tome medidas urgentes no combate a epidemia da dengue no estado. Atenciosamente: Manoel José de Santana (Manoel Limoeiro) E-mail: manoeljs127773997@hotmail.com


Recife-PE. 16 de abril de 2008, quarça – feira.

Postado por Manoel José de Santana(Manoel Limoeiro) às 4/14/2008 0

Sociedade e violência.

A sociedade como todo precisa se manifesta contra a violência. É triste nós saber aqui que nã0 foram dividido as tarefas do gorveno tratar da saúde dos moradores. Atenciosamente:Manoel josé de Santana(Manoel Limoeiro)
E-mail:manoeljs127773997@hotmail.com

Recife-PE. Brazil, 15 de abril de 2008, terça-feira.