Por favor deixe seu contato. Obrigado

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores

Google+ Followers

Google+ Badge

Postagens populares

Páginas

sábado, 10 de julho de 2010

Mais dois óbitos por dengue hemorrágica em Pernambuco, matéria do Diario de Pernambuco.

Dois novos casos de dengue hemorrágica foram registrados ontem em Pernambuco. As vítimas, um jovem de classe média, de 19 anos, morador do bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, e uma estudante de 10 anos, que residia em Campina do Barreto, também na Zona Norte, foram enterrados ontem à tarde no Cemitério de Santo Amaro. A morte do rapaz, cuja identidade está sendo preservada a pedido da família, foi confirmada pelo Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), que recolheu amostras de tecidos e as encaminhou ao Laboratório Central de Pernambuco, que enviou material para ser analisado no Rio de Janeiro. Já o óbito da menina Andrely Farias Rodrigues teve atestado emitido pelo Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip), onde ela estava internanda na Unidade de Terapia Intensiva, quando faleceu na madruagada de ontem. Apesar das mortes já terem sido confirmadas pelo SVO e Imip, oficialmente, elas só farão parte das estatísticas oficiais após a confirmação dos exames laboratoriais, que deverão ser divulgados dentro de 15 dias. Um óbito já foi confirmado. Outros cinco estão sendo analisados em função da doença.

A tia da criança Andrely Rodrigues, Maria José do Nascimento, disse que sobrinha adoeceu domingo Foto: Bernardo Dantas/Esp. Aqui PE/D.A Press.
O rapaz de 19 anos adoeceu na última segunda-feira com sintomas de febre e vômitos. Foi logo internado no Hospital da Unimed-Recife, onde faleceu na última quinta-feira. "A doença evoluiu muito rápido e ele não respondeu aos medicamentos", disse um parente, que pediu para não ser identificado. Já a estudante Andrely Farias Rodrigues chegou no domingo à Policlínica Amaury Coutinho, na Campina do Barreto, com febre alta e também vomitando. "A médica que atendeu minha sobrinha disse que era uma virose e mandou ela de volta para casa. Como ela não melhorou, minha cunhada voltou na terça-feira. Andrely passou a noite na policlínica e na quarta-feira foi transferida para o Hospital Otávio de Freitas. Na quinta-feira, a situação se complicou e levaram ela para o Imip, onde ela morreu", contou a tia, a técnica de laboratório Maria José do Nascimento Silva, 50. Andrely fazia a 4ª série.

Neste ano, Pernambuco já registrou nada menos que 28.258 casos, em 168 municípos, sendo 4.243 confirmados após investigação epidemiológica e análise laboratorial. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), outros 198 casos de dengue hemorrágica estão sob investigação, com 27 confirmações. Apenas o óbito confirmado ocorreu na Comunidade de Passarinho, no município do Recife. No ano passado, não houve mortes. Mas no mesmo período (janeiro a julho), foram notificados apenas 5.366 casos, sendo confirmados 1.134 destes. O que significa que este ano houve um aumento de 426,61% das notificações de dengue em relação a 2009.

Essa seria a explicação para o crescimento de hospitalizações nas redes públicas e particulares, como também para lotação de pacientes nas emergências. Outro fator preponderante é a circulação no momento de dois vírus da dengue, o Denv1 e o Denv2, o que, somado à exposição sofrida pela população nas últimas duas décadas, tem aumentado as complicações da doença e a incidência de dengue hemorrágica.

Matéria da coluna “Vida Urbana” do Diário de Pernambuco de hoje.

Recife, 10 de julho de 2010, sábado.
Postar um comentário