Google+ Followers

Google+ Badge

Postagens populares

Páginas

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Câmara rejeitou o fim das coligações proporcionais hoje.

Foto FOLHAPRESS.
Hoje Câmara dos deputados rejeitou . A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 14/15 na proposta da reforma política (PEC 182/07). É lamentável rejeitar o fim das coligações proporcionais para deputados e vereadores. O país merece que o povo vá às ruas, cobrar de forma transparente e pacifico sem violência pedir mais empenho do parlamento brasileiro. A população paga caro para esses políticos, lhe representar no Congresso Nacional. Os partidos nanicos se beneficiam das permanências das coligações partidárias: Proporcionais e majoritárias. Quem fica prejudicado é candidato pobre. Em 2012, eu fui vitima de uma dessas siglas. Acompanhei as reuniões mais de 12 meses, participei até da convenção, na data do registro da minha pré-candidatura a vereador do Recife, não fui registrado no TER-PE. O mesmo acontece em município do país, o candidato pobre não consegue concorrer ao cargo de prefeito. Porque, os pequenos partidos facilita para o candidato rico? Essa é a realidade política brasileira, que não é bem fiscalizada. Á única forma de mudar o cenário político atual é votar na renovação dos novos pré-candidatos. Atenciosamente: Manoel Limoeiro de Recife – PE Visite o Blog comunitário de Roda de Fogo: http://www.comunidadederecife.blogspot.com.br/ Recife – Pe.
Postar um comentário